xxxxxxx

xxxxxxx

quinta-feira, 2 de julho de 2015

MAL MENOR - Poesia Falada



Este poema é a minha maneira de dizer NÃO à redução da maioridade penal, NÃO ao extermínio lento e gradual da juventude negra e pobre, NÃO à "limpeza" social levada a cabo pelos governos que querem o povo longe dos olhos dos ricos, NÃO à prisão de meninos e meninas cujos atos de violência são o eco das violências a que são diariamente submetidos, NÃO aos "NÃOS" que lhes são gritados cotidianamente a todos os seus desejos de serem melhores.
Minha maneira de perguntar a vocês e à Câmara (cuja maioria dos deputados eleitos pelo povo decidiram pela Redução da Maioridade Penal sob manobras e traição):

 O QUE MERECEM NOSSOS MENINOS?

2 comentários: